Filmografia de Glauber Rocha para ver on-line

Mais aclamado diretor brasileiro de todos os tempos, o baiano Glauber Rocha (1939-1981) dirigiu nove longas entre 1962 e 1980, um ano de sua morte por complicações de pneumonia. Vencedor do prêmio do juri do Festival de Cannes pelo alegórico Terra em Transe (1967) e premiado como melhor diretor por O Dragão da Maldade contra o Santo Guerreiro (1968), Glauber foi a cabeça fervilhante do Cinema Novo brasileiro — o movimento do “uma ideia na cabeça e uma câmera na mão”, que revolucionou a estática do cinema brasileiro nos Anos 1960.

Influenciado pela montagem soviética de Eisenstein e pelo neorrealismo italiano, Glauber acreditava no cinema como instrumento de revolução e pregava o rompimento com o modelo das produções norte-americanas (culminando em seu desejo de não enumerar as latas de filmes de A Idade da Terra que, segundo ele, de modo que cada vez seria visto com uma sequência diferente)

Os nove longas de Glauber foram disponibilizadas por outros usuários no Youtube reunidas abaixo. É possível assistir à celebração da cultura afro-brasileira de seu primeiro longa, Barravento (1962), o clássico dos clássicos Deus e o Diabo na Terra do Sol (1963) até as produções de Glauber na Espanha e África, como Cabezas Cortadas (1970) e O Leão de Sete Cabeças (1971).

Bolsas 2 Banner FECHADO

BARRAVENTO (1962)

DEUS E O DIABO NA TERRA DO SOL (1963)

TERRA EM TRANSE (1967)

DRAGÃO DA MALDADE CONTRA O SANTO GUERREIRO (1968)

CÂNCER (1968-1972)

CABEZAS CORTADAS (1970)

O DRAGÃO DE SETE CABEÇAS (1971)

CLARO (1975)

A IDADE DA TERRA (1980)

 

Cinema Europeu Banner FECHAD

Comentários
,

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *