60 anos sem James Dean: três filmes essenciais do ator

Um dos grandes astros da história de Hollywood, James Dean – que em vida foi uma extensão de seus personagens conturbados –, morreu há exatos 60 anos, em 30 de setembro de 1955. A morte precoce em acidente de carro, aos 24 anos, encurtou a carreira do “rebelde da América” em momento que se mostrava um ator incrivelmente promissor – além de ícone de toda uma geração.

Dean bateu seu Porsche 550 Spyder, no fim da tarde, próximo à cidade de Cholame, na Califórnia, quando viajava para uma corrida de carros. A morte, que chocou os Estados Unidos, ocorreu em momento que Dean se consagrava com grandes papeis em sequência – o último deles ao lado de gigantes como Elizabeth Taylor e Rock Hudson em Assim Caminha a Humanidade, de George Stevens.

O papel que o eternizou, porém, foi o rebelde Jim Stark, um jovem angustiado e solitário, de jeans e jaqueta vermelha, que resolve enfrentar a gangue do colégio em Juventude Transviada, de Nicholas Ray (1955). Com o filme, que estreou após sua morte, Dean passou de astro a ícone de toda uma geração.

Clássicos do cinema Banner FECHADO

TRÊS FILMES ESSENCIAIS

VIDAS AMARGAS
(East of Eden, dir. Elia Kazan, 1955)

east-of-eden-james-dean-930820_1500_953

Na adaptação de Kazan do romance homônimo de John Steinbeck, James Dean é Cal Trask, que tenta ganhar a confiança do pai, que visivelmente prefere o outro filho. O filme é uma releitura do bíblico Caim e Abel.

JUVENTUDE TRANSVIADA
(Rebel without cause, dir. Nicholas Ray, 1955)

640x360x1

Dean dá vida a Jim Stark, um jovem encrenqueiro, solitário e angustiado, que bate de frente coma família e contra a gangue de populares do colégio. O personagem, de jeans e a jaqueta vermelha, se tornou ícone de uma geração inquieta norte-americana.

ASSIM CAMINHA A HUMANIDADE
(Giant, dir. George Stevens, 1956)

CEEB6B0D-C4E5-4981-90B8-8386AD23B32B_w640_r1_cx0_cy7_cw0_s

Ambientado no Texas, James Dean é Jett, que enriquece com petróleo e alimenta uma rixa pessoa com Bick (Rock Hudson), que é casado com Leslie (Liz Taylor). O filme é considerado uma das críticas mais contundentes à intolerância racial. Dean morreu antes de vê-lo concluído.

Bolsas 2 Banner FECHADO

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *