10 filmes essenciais para os fãs de boxe

O boxe sempre cativou o interesse de atores e diretores, especialmente em Hollywood. Seja pela plasticidade dos movimentos ou pela dramaticidade das vitórias, derrotas, derrocadas e redenções. Dois deles – Rocky e Menina de Ouro – levaram o Oscar de Melhor Filme. Sylvester Stalone, que deu vida a Rocky, conquistou o prêmio de melhor ator, assim como Robert de Niro (Touro Indomável) e o trio Clint Eastwood, Morgan Freeman e Hillary Swank em Menina de Ouro. O Cineclube listou 10 grandes filmes sobre boxe da história do cinema.

Clássicos do cinema Banner FECHADO

1 – O RINGUE
(The Ring, dir. Alfred Hitchcock, 1927)
Filme mudo da fase britânica do mester do suspense, o Ringue fala sobre a disputa de dois boxeadores pela mesma mulher. Jack Saunders perde a luta e a esposa para Bob Corby e treina pesado para recuperá-la

The Ring, dir. Alfred Hitchcock

2 – CORPO E ALMA
(Body and Soul, dir. Robert Rossen, 1947)
É considerado o primeiro grande drama hollywoodiano sobre boxe. Charlie Davis (John Garfield) é um boxeador que, a medida que vai obtendo sucesso, se envolve com promotores pouco éticos

Body and Soul, dir. Robert Rossen,

3 – PUNHOS DE CAMPEÃO
(The Set-Up, dir. Robert Wise, 1949)
Perto da aposentadoria, Bill Stoker (Robert Ryan) tem uma grande luta pela frente que acredita ser sua redenção. Mas seu agente vendeu o resultado da luta sem que Bill saiba.

The Set-Up, dir. Robert Wise, 1949

4 – MARCADOS PELA SARJETA
(Somebody Up There Likes Me, dir. Robert Wise, 1956)
Baseado na vida de Rocky Graziano, mito que surgiu da pobreza e da raiva rumo ao estrelado. Ganhou Oscar de Melhor Fotografia. Paul Newman brilha no papel que seria de James Dean, morto pouco antes

MARCADOS PELA SARJETA

5 – A MORTE PASSOU POR PERTO
(Killer’s Kiss, dir. Stanley Kubrick, 1954)
Kubrick usou a habilidade dos tempos de fotógrafo da revista Look para filmar longas tomadas. Um boxeador conhece uma bailarina quando esta é atacada por seu patrão e terá de lutar para não ser pego

Killer’s Kiss, dir. Stanley Kubrick, 1954

6 – RÉQUIEM POR UM LUTADOR
(Réquiem for a heavyweight, dir. Ralph Nelson, 1962)
Anthony Quinn interpreta um boxeador decadente que é obrigado pelo seu agente a tentar carreira na luta livre. Cassius Clay, ainda um jovem campeão olímpico, participa do filme.

Réquiem for a heavyweight, dir. Ralph Nelson, 1962

7 – ROCKY: UM LUTADOR
(Rocky, dir. John Avildsen, 1976)
O primeiro de seis filmes da franquia de sucesso de Sylvester Stalone levou três Oscars, entre eles filme e diretor. O filme custou US$ 1,1 milhão e rendeu US$ 117,23 milhões apenas em bilheteria

Rocky

8 – O CAMPEÃO
(The Champ, dir. Franco Zeffirelli, 1979)
Um ex-campeão com dificuldades finaceiras (Jon Voight), na iminência de perder a guarda do filho, é obrigado a voltar ao ringue por dinheiro.

The Champ, dir. Franco Zefirelli

9 – TOURO INDOMÁVEL
(Raging Bull, dir. Martin Scorsese, 1980)
Vencedor do Oscar de melhor ator, Robert De Niro revive Jake La Motta, conhecido como Touro do Bronx nos anos 1940, um lutador desregrado, de temperamento violento, possessivo e auto-destrutivo.

Raging bull,

10 – MENINA DE OURO
(Million Dollar Baby, dir. Clint Eastwood, 2004)
Vencedor dos quatro principais Oscars (filme, diretor, atriz e ator, além de ator coadjuvante), o filme conta o drama de uma garota que quer conquistar a confiança do treinador e se tornar uma lutadora.

Million Dollar Baby,

 

Cinema Europeu Banner FECHAD

 

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *